sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Série - Bv. Maria Domingas Brun Barbantini



MARIA DOMINGAS BRUN BARBANTINI:
UM  EXEMPLO PARA TODOS.

A Bem-aventurada Maria Domingas Brun Barbantini é de origem italiana, nasceu na cidade de Lucca no dia 17 de janeiro de 1789. Casou aos 22 anos com Salvador Barbantini e, após 5 meses de matrimônio ficou viúva e grávida. Perdendo também o filho quando este contava com oito anos de idade. 
          Apesar de sua profunda dor com as perdas, Maria Domingas não se deixou prevalecer pelo sofrimento. Na adolescência já havia perdido o pai e dois irmãos. Mas, movida pela fé em Deus e colocando Jesus Cristo como seu único amor - "Tu, Senhor, de agora em diante será o meu único amor" - ultrapassa todas as dificuldades que surgiram em sua vida.  
          Os doentes pobres e abandonados em suas casas, era um dos grandes problemas da época e, a Jovem viúva sensibilizada por eles, dispõe-se a ajudar material, humano e espiritualmente a todos que estavam ao seu alcance. Com doentes, famílias, na animação da catequese, com jovens transviadas do bom caminho e outros.
        Ajudou Irmãs Religiosas de sua época, construiu o mosteiro da visitação para elas e, nesse meio tempo, sentiu o apelo do Senhor para fundar uma Congregação que respondesse a realidade percebida por ela, sob inspiração divina: Irmãs Ministras dos Enfermos de São Camilo para "testemunhar no mundo o amor misericordioso de Deus para com os doentes e necessitados", com atividades concretas em defesa da vida.  Colocou a Congregação sob a Proteção de Deus, tendo como Padroeiros Nossa Senhora das Dores e São Camilo de Léllis.
         Realizada em sua vocação, Maria Domingas faleceu em 22 de maio de 1868. Foram reconhecidas suas virtudes heróicas e, em 07 de maio de 1995, foi Beatificada pelo Papa João Paulo II.
        Seguiremos falando sobre ela com alguns detalhes sobre sua vida, seja em forma de música, poesia ou outros escritos.
 LADAINHA DE MARIA DOMINGAS  (L e M – Ir. Maria Elenilza – SMI/MESC)

1 – Maria Domingas, roga por nós
- Ó grande Fundadora – roga por nós
- Ó Mãe das Irmãs Ministras dos Enfermos
/: roga por nós, intercede a Deus por nós:/
2 – Ó Bem-aventurada – roga por nós!
    - Ó Boa Pastora – roga por nós!
    - Maria Domingas Brun Barbantini
/:roga por nós, intercede a Deus por nós:/
3 – Ó Mestra da Juventude –  roga por nós!
   - Animadora  da catequese –roga por nós!
   - Serva dos  doentes e dos  mais necessitados
/:roga por nós, intercede a Deus por nós:/
4 – Defensora dos pequenos – roga por nós!
   - Anjo dos abandonados – roga por nós!
   - Exemplo de virtude para toda humanidade
/:roga por nós, intercede a Deus por nós:/
5 – Exemplo de Religiosa – por nós!
    - E de  todas as mulheres – roga por nós!

    -Mulher de grande fé, de verdadeiro testemunho 
/:roga por nós, intercede a Deus por nós:/ 







HISTÓRICO CONGREGACIONAL
IRMÃS MINISTRAS DOS ENFERMOS DE SÃO CAMILO

DATA DA FUNDAÇÃO: 23 de janeiro de 1829, em Lucca – Itália.

FUNDADORA: Madre Maria Domingas Brun Barbantini

PRIMEIRA COMUNIDADE: Maria Domingas, Anna Gini, Catharina Signori e Paschina Bianchi.

PADROEIROS DA CONGREGAÇÃO: Nossa Senhora das Dores e São Camilo de Lellis.

CARISMA: Testemunhar no mundo o amor misericordioso de Deus para com os doentes e todos os necessitados. Com a missão evangélica de Jesus na direção dos doentes: “curai os enfermos e dizei-lhes: o reino de Deus está próximo” (Lc 10,9). “Tudo que fizerdes ao menor dos meus irmãos, a mim o fazeis” (Mt 25, 40)

FONTES DA NOSSA ESPIRITUALIDADE: Eucaristia, Palavra de Deus, o Crucificado e Maria das Dores.

BREVE HISTÓRICO DA FUNDADORA: Maria Dominhas nasceu em Lucca-Itália, em 17 de janeiro de 1789, Filha de Pietro Brun e Giovanna Granucci. Aos 22 anos de idade, casou com Salvador Barbantini e este morreu repentinamente aos cinco meses de matrimônio, deixando-a grávida. O filho morreu com a idade de 08 anos. Maria Domingas que já servia os doentes de sua cidade, entregando-se totalmente ao Senhor, intensificou ainda mais sua missão, ajudando também a outras Irmãs, fundando o Mosteiro da Visitação em Lucca, também fundou a Pia União de Caridade; animou a catequese e educando jovens transviadas da sua época. Enquanto ajudava as Irmãs do Mosteiro, ainda como leiga, sentiu o chamado de Deus para fundar uma Congregação para cuidar dos doentes e necessitados, dando início comunitário a 23 de janeiro de 1829. Realizada na vocação, faleceu a 22 de maio de 1868, com 79 anos de idade. Sendo reconhecidas suas virtudes heróicas e santidade de vida, foi proclamada Bem-aventurada (Beata), pelo Papa João Paulo II, em 07 de maio de 1995.

MISSÕES: As Irmãs Ministras dos Enfermos permaneceram na Itália por muitos anos. A primeira missão fora do país de origem foi em 1947 na China. Devido à perseguição à Igreja, foram expulsas e se refugiaram na Ilha de Formosa (Taiwan). A segunda foi o Brasil em 1949. Depois vários outros foram surgindo e, hoje, as Irmãs estão presentes em quatro continentes e com Irmãs e Jovens oriundas dos seguintes países: Itália, Polônia, Taiwan, China, Brasil, Tailândia, Quênia, Ruanda, Uganda, Filipinas, Chile, Haiti, Peru, Índia, Indonésia e Vietnam.

CHEGADA DA CONGREGAÇÃO AO BRASIL:

As Irmãs chegaram ao Brasil no dia 10 de setembro de 1949.
Celebrando, em 2017, seus 68 anos de presença das Irmãs no Brasil.

MISSÃO ATUAL NO BRASIL:
A Província Brasileira conta, no momento, com 77 Irmãs e mais algumas jovens em formação. Conta também com 13 comunidades, sendo que 11 no Brasil, em 06 Estados, mais uma 01 no Chile e 01 no Peru.  

A Província Brasileira também colabora cedendo Irmãs que desenvolvem atividades com outras missões e países (na Itália, Quênia ) Totalizando a presença e o serviço das Irmãs da Província Brasileira, no momento presente, em 05 países contando com o Brasil. Também por vários anos, marcou presença brasileira na Albânia, Tailândia, Filipinas e Haiti.  

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA PROVÍNCIA BRASILEIRA:

As Irmãs, na Província do Brasil, desenvolveram e desenvolvem serviços diversos nas comunidades e em outros lugares, tais como: Na área de saúde: em Hospitais, Lar de Idosos, visitas e cuidados de idosos e doentes em domicílio, visita a hospitais. Serviços na área das Práticas Integrativas, na Pastoral de saúde e da criança, na pastoral vocacional e litúrgica, no serviço de escuta às pessoas; nos cuidados gerais em Abrigo para crianças, projetos sociais, na catequese e no acompanhamento das juventudes, nas santas missões populares etc. Tem participação em grupos e coordenações a nível de CRB (Conferência dos Religiosos do Brasil), da Paróquia ou Diocese, além dos serviços administrativos da Província e obras sociais com documentações gerais e impressos de livros, revista e artigos vocacionais e outras atividades sociais e pastorais de comunidades e serviços gerais de cada casa. Contando também com a Pastoral Hospitalar no Hospital da PUC em Santiago do Chile e Um Abrigo transitório para doentes e acompanhantes durante o período de tratamento na cidade de Lima – Peru. Procurando, em tudo e em todos os lugares, na medida do possível, servir de testemunho para as pessoas que encontramos com nossa alegria de viver, testemunhando o amor misericordioso de Cristo para com todos os que sofrem.


A CRUZ VERMELHA DE S. CAMILO: Por ocasião de uma epidemia colérica, as Ministras dos Enfermos assistem os contagiados pela doença. Nesta circunstância, lhes é concedido portar sobre o hábito, após vários anos de espera, a cruz vermelha de S. Camilo de Lellis. Era o dia 19 de agosto de 1855.


SER MINISTRA DOS ENFERMOS
( L e M – Ir. Mª Elenilza Silva Santos – SMI ou MESC )


Refrão:  /:ALEGRE, SOCIAL E SERVIÇAL:/ É ASSIM

ALEGRE, SOCIAL E SERVIÇAL É ASSIM

A MINISTRA DOS ENFERMOS.

1 – Revestida de misericórdia,/ de ternura e muita compaixão/ como a mãe cuida do seu filho único / tendo muito amor no coração. / Embebida de muita caridade / para com todos que, na vida, encontrar / mas com os doentes e os mais necessitados / é de maneira muito peculiar.    (e sempre...)

2 – Tem no coração muita alegria / alegria sem ser abobada, não / humilde, acolhedora, terna e simples / grande capacidade de perdão / testemunhando amor misericordioso / que vem de dentro do coração do Pai / a exemplo de Jesus e Maria Domingas / de Maria, de Camilo e outros santos mais.(pra ser...)

3 – Sendo atenciosa no que faz / ao cuidar de cada irmã e cada irmão. / Se você quiser ser parte da família / junte-se a nós e faça parte da missão / Se algo diferente pede o coração / se o sente mais forte palpitar / se sente que Deus está lhe chamando / sua resposta de amor então venha dar.    (e seja...)



Nenhum comentário:

Postar um comentário